Municípios tocantinenses começam a receber ações do Projeto Rondon
Publicado em: 23/01/2017 ás 09:54:27 Autor: Leila Novais Fonte: Portal SEDUC
Os universitários da Universidade Federal de Lavras (UFLA) e da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), juntamente com professores coordenadores, deram início nesta segunda, 23, às atividades da Operação Tocantins do Projeto Rondon em Aliança do Tocantins, onde permanecerão durante 11 dias para promoverem ações voltadas ao desenvolvimento da comunidade com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). A recepção aos participantes ocorreu na sede social do município, pela manhã. O prefeito de Aliança, José Tavares, recebeu os visitantes e destacou a alegria de receber o benefício. “Nós temos a honra de receber o Projeto Rondon pela segunda vez em nossa cidade, para desempenhar suas atividades e conhecer a nossa realidade. É uma satisfação trabalharmos juntos”, disse. A diretora regional de Educação, Sonia Maria Dal Molin, desejou a todos uma boa estadia e enfatizou a disposição dos integrantes do projeto em saírem de suas casas e virem para o Estado trazer um pouco de conhecimento. Além de destacar que, “com certeza também levarão daqui muitas coisas boas. Todos os nossos alunos e professores estão à disposição para os trabalhos”. Já a coordenadora da equipe na cidade, professora Mariana Mansanares, ressaltou que o projeto vai ser muito importante. “Esperamos contribuir bastante e tenho certeza de que vamos aprender mais do que ensinar”, finalizou. Outros municípios Realizado pelo Ministério da Defesa, em parceria com diversas instituições, o Projeto Rondon tem como objetivo promover o desenvolvimento das comunidades brasileiras com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). A iniciativa visa ainda consolidar no universitário brasileiro o sentido de responsabilidade social, da cidadania, do desenvolvimento e da defesa dos interesses nacionais, contribuindo também para a formação acadêmica. A Operação Tocantins será realizada até 5 de fevereiro, com a participação de universitários e professores de 32 instituições de ensino superior. As equipes foram divididas para atender os 16 municípios selecionados: Aliança do Tocantins, Aparecida do Rio Negro, Barrolândia, Brejinho de Nazaré, Cristalândia, Divinópolis do Tocantins, Fátima, Marianópolis do Tocantins, Natividade, Nova Rosalândia, Novo Acordo, Pindorama do Tocantins, Pium, Monte do Carmo, Presidente Kennedy e Silvanópolis. Em Marianópolis, por exemplo, a ação envolve alunos da Universidade de Brasília (UNB) e da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Já em Fátima, alunos da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) e da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) realizaram oficina para professores do município, com o tema “Entre erros e acertos”, abordando aprendizagem e dificuldades de aprendizagem. A Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) é parceira do Projeto Rondon no Tocantins e dará suporte aos rondonistas durante a ação. Na área da educação, estão previstas capacitações de educadores do ensino fundamental e médio sobre técnicas de ensino e aprendizagem, motivação, relacionamento interpessoal, distúrbios de aprendizagem e educação inclusiva.
Notícias relacionadas