14/05/2019

ALIANÇA-TO: JUNTA MILITAR DE ALIANÇA PRESTA SERVIÇOS PARA COMUNIDADE
A Prefeitura Municipal de Aliança tem dado total apoio em todas os órgãos na busca de um atendimento e assistência com qualidade e eficaz. Dentre vários setores, podemos destacar um departamento que as vezes e pouco falado pela comunidade, mais de suma importância para a população. Estamos falando da Junta Militar de Aliança do Tocantins. Sabendo da importância do órgão, o prefeito Coronel Tavares ( PSDB), manteve a Junta e a equipou dando uma estrutura que possibilita uma demanda maior de atendimentos. 
Segundo o secretário da Junta Militar, Marcivan de Sousa Rodrigues, mais conhecido como Max Sousa, esse órgão é de suma importância para os jovens aliancenses, pois sem a reservista o cidadão perde vários direitos e oportunidades de trabalho. “ Aqui realizamos, alistamento, 2ª Via, tiramos dúvidas, fazemos o juramento todo fim de mês da bandeira, e atendemos todas as demandas que se refere a Junta Militar, revelou Max Souza. 
Ele salienta ainda que, aos jovens que completar 17 anos de idade ate 30 de junho, não paga multa, e os que já estão com 18 anos, pagam uma pequena multa que já é de ofício determinada nacionalmente . A Junta Militar de Aliança realiza em média mensal aproximadamente 30 atendimentos direto. Esse número aumenta quando entra os atendimento indireto quando o cidadão busca apenas informações. 
A Lei do Serviço Militar (de 1964) determina que os Municípios instalem, mobiliem e mantenham as Juntas de Serviço Militar (JSM), com materiais e servidores municipais. Em Aliança essa determinação esta sendo cumprida e o resultado é a demanda da comunidade que sempre tem buscado a Junta Militar para se regularizar . 
DÚVIDAS MAIS FREQUENTES
1. Quem deve fazer alistamento militar?
O alistamento é obrigatório para todo cidadão brasileiro, do sexo masculino. Os brasileiros naturalizados ou os que optaram pela nacionalidade brasileira são obrigados a fazê-lo a partir da data em que receberem o Certificado de Naturalização ou o Certificado de Assinatura do Termo de Opção, no prazo de 30 (trinta) dias, a contar da data em que receberem o Certificado ou o Termo de Opção. As mulheres estão isentas do Serviço Militar em tempo de paz.
2. Que documentos devo levar para alistar-me?
• Certidão de Nascimento , RG.
• CPF - Cadastro de Pessoas Físicas
• Comprovante de residência.
3. Quando eu devo fazer o alistamento militar?
O alistamento militar deve ser realizado nos primeiros seis meses (1º de janeiro a 30 de junho) do ano em o brasileiro completar 18 (dezoito) anos de idade, porém aquele que se alistar no período de 1º de janeiro a 30 de abril concorrerá seleção geral no mesmo ano podendo ser incorporado no quartel no ano seguinte. Após esta data o brasileiro alistado será encaminhado à seleção geral do próximo ano. Isto também vale para cidadãos brasileiros que residem no exterior.
4. Qual a idade máxima para alistar-se ao Serviço Militar obrigatório?
A obrigação para com o Serviço Militar, em tempo de paz, começa no dia 1º de janeiro do ano em que o cidadão completar 18 anos de idade e subsistirá até 31 de dezembro do ano em que completar 45 anos.
5. Onde posso realizar o alistamento militar?
Procure a Junta de Serviço Militar mais próxima de sua residência. A JSM é um órgão da Prefeitura Municipal onde o jovem poderá procurar por informações quanto a sua localização
6. Perdi o prazo do alistamento militar. O que devo fazer?
Procure a Junta de Serviço Militar (JSM) e realize o alistamento. Será cobrada uma multa em dinheiro que aumenta com a demora na regularização da situação militar.

7. Mudei de endereço após o alistamento militar. O que devo fazer?
Procure o Órgão de Serviço Militar - Junta de Serviço Militar (JSM), mais próxima de sua residência para regularizar sua situação, ou seja, transferir sua residência.
8. O que acontece se eu não me alistar?
Estará em débito com o Serviço Militar e será considerado ALISTADO FORA DO PRAZO. Isto pode trazer-lhe conseqüências desagradáveis, pois não poderá prestar concurso público, tirar passaporte, ser matriculado em universidade, entre outras dificuldades.
9. Eu não me apresentei para a seleção no Serviço Militar. O que devo fazer?
Quem falta a Seleção Geral é considerado REFRATÁRIO. Quando se apresentar pagará uma multa em dinheiro, que aumenta à medida que se demora em regularizar a situação, passando a ter prioridade, sobre os demais, para a prestação do Serviço Militar.
10. Fui designado para servir em determinada Organização militar (quartel), e não compareci no dia marcado. O que pode acontecer comigo?
Será considerado INSUBMISSO, o que constitui um crime militar. Quando se apresentar ou for encontrado (apanhado), se julgado apto em inspeção de saúde, será, obrigatoriamente, incorporado em um quartel, uma Organização Militar da Ativa (OMA).
11. Faltei o juramento da bandeira. O que devo fazer?
Procure o Órgão de Serviço Militar - Junta de Serviço Militar (JSM), mais próxima de sua residência para regularizar sua situação.
12. Quanto é o valor da multa para quem não se alistou?
O valor da multa é R$ 4.32 a ser paga no Banco do Brasil (sem taxa de serviço), na Caixa Econômica Federal (taxa de R$ 1,02) ou Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (taxa de R$ 1,46). A multa refere-se ao número de anos que deixou de se apresentar.